Cloud Service Broker: entenda como funciona
04/07/2017
Algar Tech

Cloud Service Broker: entenda como funciona

É comum ouvir falar de corretores de imóveis, que intermediam o negócio entre o comprador e o proprietário, e corretores de seguros, que indicam a melhor opção de seguro oferecida pelas seguradoras, seguindo o perfil do segurado. Mas, possivelmente, você ainda não tenha ouvido falar do corretor de nuvem ou Cloud Service Broker (CSB). A ideia segue o mesmo princípio: servir como um intermediador entre uma empresa e um fornecedor de computação em nuvem, atuando com um conselheiro para que o cliente escolha os serviços mais ajustados às suas necessidades.

Quer saber mais sobre como funciona o Cloud Service Broker? Então, continue a leitura.

O que é Cloud Services Brokerage?

Segundo o glossário do Gartner, Cloud Services Brokerage ou corretagem de serviços em nuvem, é uma função de TI em que uma empresa ou outra entidade agrega valor a um ou mais serviços de nuvem (públicos, privados ou até mesmo híbridos).

Em outras palavras, a corretagem de serviços em nuvem é uma maneira de simplificar a gestão de ambientes em nuvem complexos, do ponto de vista operacional, tecnológico e administrativo, resultantes da migração para soluções em cloud realizada por inúmeros provedores. Com a oferta de Cloud Services Brokerage, há a contratação de um único fornecedor e, portanto, a empresa passa a ter uma única interface de negociação.

Esse cenário é consequência de uma visão mais cautelosa das empresas, que procuram adequar-se às novas tecnologias – no caso, o cloud computing –, mas seguindo um caminho mais equilibrado. Sendo assim, a preferência é por contratações prudentes e por etapas, que incluem um Cloud Service Broker para orientar sobre a melhor escolha.

Quais são as funções do Cloud Service Broker?

Ainda de acordo com a definição do glossário de TI do Gartner, Cloud Services Brokerage (CSB) atua principalmente em três funções: agregação, integração e personalização. Saiba mais sobre cada uma delas abaixo.

Agregação

O Cloud Service Broker, com a visão de especialista, tem como função buscar as melhores funcionalidades de cada serviço em nuvem e selecionar os fornecedores mais adequados para o projeto, considerando não apenas a oferta de serviços, mas também os custos. Dessa maneira, ele oferece uma interface unificada, mesmo que esteja utilizando diferentes provedores de nuvem, sendo, assim, um agregador de serviços.

Integração

Com um serviço de cloud adequado, selecionado a dedo pelo Cloud Service Broker, os processos de produção e armazenamento de dados ficam mais próximos e deixa de ser necessário contatar um servidor, que, muitas vezes, pode estar fora do país. Com um dashboard único, é possível gerenciar serviços de nuvens diferentes a partir de um ponto central.

Personalização

Os serviços de nuvem, para terem uma boa venda, são muito gerais, sem ofertar muitas ferramentas específicas. Esse é um problema que o Cloud Service Broker busca eliminar. Por meio da customização, é possível alterar ou adicionar uma camada de serviços ou funcionalidades para a empresa, seja realizando modificações no original ou com novas implementações e interfaces.

Sendo assim, o Cloud Service Broker busca informar a empresa interessada em serviços de nuvem sobre o modo de usar, as formas de implementação, como gerenciar os dados e maneiras de utilizar o serviço para atingir as metas da organização.

Quais são as vantagens de contratar um Cloud Service Broker?

É preciso considerar que um Cloud Service Broker é um intermediário imparcial. Afinal, não possui vínculos com um fornecedor específico. Isso significa que ele realmente vai avaliar, considerando a experiência em outros projetos, o serviço de melhor qualidade para a sua empresa.

Além de poupar o gestor do trabalho e da preocupação que toda a mudança de TI causa em um negócio, o Cloud Service Broker pode auxiliar desde a montagem de uma infraestrutura adequada para receber esse serviço até a transferência de dados do servidor atual para o novo servidor em nuvem.

Além dessas vantagens em relação à confiança, outras também podem ser destacadas:

Proteção jurídica

Com um Cloud Service Broker, é possível garantir os direitos da empresa durante a negociação de contratos com os provedores da nuvem. Em caso de possíveis litígios, ele pode conseguir uma consultoria jurídica específica para a área da TI.

Redução de custos

A corretagem de serviços em nuvem pode oferecer à empresa que a contrata mais do que intermediar o negócio entre a organização e o provedor. Pode agregar outros serviços que contribuam para um melhor custo-benefício, reunindo diferentes provedores de nuvem com as melhores funcionalidades para o negócio.

Obtenção de serviços diferenciados

Outra vantagem da corretagem de serviços de nuvem é a possibilidade de obter serviços que geralmente não estão disponíveis nos diversos provedores, mas que são essenciais para o gerenciamento de nuvem das empresas.

Por exemplo, o Cloud Service Broker pode oferecer um serviço adicional de segurança. Assim, se você quiser garantir que os dados armazenados na nuvem não corram riscos de vazamento, ele poderá cuidar para que os dados da empresa tenham um nível ainda maior de segurança. Esse tipo de corretor é chamado de facilitador de nuvem.

Otimização de tempo e recursos

O papel de um Cloud Service Broker também envolve poupar o tempo e os recursos da empresa contratante, já que ele fica responsável pela realização de pesquisas e análises dos diferentes provedores de serviços em nuvem. Assim, ele possibilita que os gestores ajam somente em sua área de atuação.

Portanto, o Cloud Service Broker pode ser visto como mais do que um comparador de preços dos serviços de cloud, já que é um profissional que combina muitos outros benefícios: assume os papéis de agregador, integrador e responsável pela personalização do serviço, funções cruciais enquanto intermediário entre clientes e seus fornecedores, otimizando não apenas o custo, mas principalmente a performance dos serviços.

É possível afirmar que o Cloud Service Broker combina tecnologia, pessoas e metodologias para gerenciar o fornecimento da nuvem de diferentes provedores para o cliente. Torna-se um ponto focal na organização para consolidar a demanda pelo serviço de cloud, de acordo com as necessidades da empresa, facilitando o seu uso entre os diferentes provedores contratados.

Agora você já pode dizer que sabe do que se trata o Cloud Service Broker. Então, acredita que é a hora da sua empresa contratar esse serviço? A Algar Tech (CSB) pode te ajudar a tratar todos esses pontos. Clique aqui e fale conosco.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nós ligamos pra você

Consultor especializado

mais perto da sua empresa.

PRONTO!

Em breve entraremos em contato com você.