A gestão da multicloud depende do controle dos dados
07/07/2017
Algar Tech

A gestão da multicloud depende do controle dos dados

De acordo com a IDC, 85% das organizações de TI adotarão arquiteturas multicloud até 2018, o que revela que as empresas reconhecem a importância de um ambiente livre para trabalhar com mais de um provedor de serviços de nuvem. Esta, a propósito, é uma das principais vantagens relacionadas ao multicloud: reduzir a dependência de um único fornecedor. Com isso, é possível ter maior segurança contra falhas e melhor gestão de riscos.

No entanto, de nada adianta um ambiente multicloud se não houver um controle de dados eficiente. Quando a empresa não toma os devidos cuidados, um ambiente multicloud pode rapidamente se tornar uma má ideia, apontada por qualquer CIO como prejudicial aos negócios.

Então, como garantir o sucesso do ambiente multicloud?

A empresa precisa estar disposta a fazer o controle eficaz de dados. Do contrário, o sucesso do ambiente multicloud é praticamente impossível. Isso significa que o negócio deve ter clareza sobre quais são os dados, onde estão e quem tem acesso a eles, além de movê-los para onde precisam ir conforme as medidas de segurança e garantir que eles estejam protegidos independentemente de onde estiverem.

Se a sua empresa ainda não adequou o controle de dados, prepare-se para ter uma capacidade de recuperação de informações cada dia menor. Basta observar a rapidez com que os dados estão crescendo e o quão dependentes deles estamos nos tornando. Ainda assim, mais da metade dos dados das empresas é categorizada como obscura, segundo o Data Genomics Report 2016, realizado pela Veritas Technologies, o que é considerado muito ineficiente em relação ao custo e ainda mais problemático a partir de uma perspectiva de risco de dados, especialmente devido ao atual ambiente regulatório.

Por que aderir ao multicloud traz ganhos para a segurança da informação?

As empresas brasileiras estão interessadas no multicloud, especialmente pela possibilidade de distribuírem suas aplicações em ambientes de nuvem de diferentes provedores, o que contribui para a agilidade, a redução de custos, a escalabilidade e a centralização da administração e do monitoramento. Porém, mais do que a vantagem de ter um único fornecedor de TI como ponto de contato para gerenciar, o maior ganho ao aderir ao multicloud é a segurança da informação.

Ransomwares e outros ataques cibernéticos têm colocado em risco as informações das empresas e a segurança é indispensável. É por isso que as organizações deslocam seus processos para a nuvem, a fim de garantir mais segurança aos dados críticos, já que os hackers sempre se especializam, seja para faturar bitcoins, vender dados ou realizar pagamentos ao invadirem data centers privados.

Como o multicloud permite a divisão dos dados entre nuvem pública, privada e empresarial, essas vulnerabilidades e ameaças são reduzidas significativamente. Dessa forma, mesmo que o ataque seja bem-sucedido, o provedor de serviços de nuvem mantém os dados criptografados e o cibercriminoso, em vez de ter acesso às informações, tem apenas a posse. Isso significa que ele não consegue “sequestrar” os dados, pois eles estão fragmentados. Se o provedor faz backup deles, a segurança é ainda maior.

Outro ponto de atenção é o e-mail. Os spams são enviados com softwares maliciosos e abrem vulnerabilidades na rede da empresa. O modelo multicloud permite o backup atualizado de todos os ambientes e, diferente da TI tradicional, que inevitavelmente é mais lenta, a nuvem híbrida garante mais agilidade para o processo.

Por espalhar a informação para diferentes ambientes, o multicloud  garante a segurança, já que as aplicações ficam distribuídas em diversas nuvens. Além disso, a virtualização das aplicações garante a instalação de softwares de segurança em cada recurso utilizado na nuvem.

Como escolher um provedor de serviços de nuvem seguro?

Antes de contratar um provedor, é importante observar alguns requisitos. Por exemplo, procure saber, logo na primeira abordagem, se o fornecedor tem certificações de segurança. Para atestar que, em termos de tecnologia e governança, a empresa estará protegida, o provedor de multicloud precisa ter certificações ISO de segurança.

Outros pontos de atenção que devem ser considerados para a escolha do provedor de serviços de nuvem para a sua empresa são: a aderência ao seu tipo de aplicação e banco de dados, o tamanho ideal do servidor que fará o armazenamento, as formas de backup, os tipos de devices para armazenamento, além da disponibilidade e da flexibilidade que o provedor oferece para aumentar ou diminuir a carga quando desejado.

Alguns provedores não oferecem esse tipo de flexibilidade e cobram um valor fixo mensal, o que, para a empresa, pode não ser interessante, já que ela pagará mesmo quando seus servidores não estiverem sendo usados integralmente.

Para garantir a segurança dos negócios, o provedor deve oferecer dados com tráfego seguro, bordas de tráfego garantidas por firewall com criptografia máxima, escaneamento dos servidores com relação a malwares (softwares invasores), garantia de antivírus nos servidores e uma forma eficiente de backup fora do data center onde estão armazenados os dados da empresa.

A Algar Tech oferece um portal multicloud seguro, que permite aos clientes total flexibilidade para o provisionamento dos recursos de TI necessários ao suporte dos seus desafios de negócio.  A proposta permite a combinação de modelos de entrega e uma infraestrutura robusta, utilizando-se de componentes de clouds (sejam públicas ou privadas), próprias e de terceiros, com gerenciamento fim a fim.

O portal multicloud proporciona às médias e grandes empresas uma série de benefícios. Além de empregar infraestrutura própria, o serviço pode utilizar a nuvem de terceiros e proporcionar à empresa autonomia para escolher qual a melhor opção, combinando técnica e preço. Ou seja, o seu negócio decide em qual nuvem deseja alocar seus recursos. A solução permite ainda utilizar a opção de self-service IT, que possui provisionamento automático com buscador de preço para que a empresa possa identificar a melhor opção na relação custo-benefício.

Toda a cobrança é realizada em uma fatura única, com pagamento em reais, independentemente de qual infraestrutura os recursos forem alocados, repassando à empresa o valor mediante a utilização dos serviços dentro do período contratado, com total transparência.

Então, está decidido a adotar o multicloud em sua empresa? Entre em contato conosco para agendar uma visita.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nós ligamos pra você

Consultor especializado

mais perto da sua empresa.

PRONTO!

Em breve entraremos em contato com você.