As 4 atitudes corajosas que um CMO deve tomar no próximo ano
04/12/2017
Algar Tech

As 4 atitudes corajosas que um CMO deve tomar no próximo ano

A transformação digital mudou a forma como o consumidor se relaciona com sua empresa, trazendo exigências novas.  Isso faz com que o mercado seja cada vez mais competitivo. As corporações precisam se adaptar rapidamente, adotar estratégias de transformação digital e, principalmente, aprimorar a experiência do cliente, ou serão engolidas pela concorrência.

Os CMO são os primeiros a incorporar a transformação digital em suas estratégias, pois são mais impactados por ela. A era digital revoluciona o modo de se relacionar com os clientes. Isso acontece, pois o consumidor está mais exigente, imediatista e tecnológico e espera que, no mínimo, sua empresa o acompanhe.

A transformação digital e o marketing

Antigamente, em um momento não tão distante, o papel do marketing resumia-se a criar comunicações e campanhas que promoviam produtos e serviços. Com a internet e a mudança do comportamento dos consumidores essa realidade mudou.

O segredo é sair da zona de conforto e assumir riscos. Copiar o modelo de marketing de outra empresa é receita para o fracasso. A jornada de transformação digital será diferente e dinâmica e as empresas devem se adaptar constantemente e rapidamente às necessidades dos clientes.

Os clientes estão ajustando os métodos de marketing tradicionais, enquanto consomem informações e tomam decisões de compra na internet. Com isso, o setor de marketing está avançando, procurando novidades, tecnologia e tendências.

Algumas transformações trazem impactos imediatos; outras, embora ainda não sejam tão usuais, premeditam o futuro, criando novas possibilidades de exploração. Por isso, listamos 4 transformações que vão mudar a forma como sua empresa atinge o cliente. Um CMO de coragem com certeza vai abraçá-las e incorporá-las às suas estratégias.

1- Automação de marketing

A máxima “tempo é dinheiro” nunca foi tão real e, com tantas ferramentas disponíveis para nutrir o relacionamento entre a marca e o consumidor, o profissional de marketing precisa otimizar seu tempo para deixar tudo em dia.

E-mail, redes sociais, blogs, sites e nutrição de leads facilitam o processo de marketing digital, mas precisam ser gerenciados e atualizados com conteúdo constantemente. Com isso, o marketing automation passa a ser essencial.

A automação de marketing procura otimizar e automatizar esses processos para você ganhar tempo. Ela funciona como um catalisador das suas ações dentro da sua estratégia de marketing digital e inbound marketing.

Com tantas ferramentas disponíveis, é preciso garantir que a sua empresa está utilizando as que mais se adequam aos seus objetivos e está tirando o máximo proveito delas.

2 – Inteligência de negócio

Uma das grandes vantagens em se fazer marketing na internet é a possibilidade de recolher um grande número de informações relacionadas aos usuários. Da mesma forma que as pessoas buscam informações e pedem opinião para poder conhecer melhor as marcas e tomar uma decisão com segurança, as marcas também precisam conhecer ao máximo o seu target, para oferecer a eles os produtos ideais, da melhor forma possível e nos canais de venda certos.

O conceito de Big Data engloba todos os dados coletados acerca do usuário e suas ações na rede mundial de computadores, funcionando como um guia para compreensão do comportamento do internauta, essencial para um CMO que busca uma estratégia eficiente de marketing.

A cada dia mais de 2,5 exabytes (25.000.000.000.000.000.000 de bytes) são criados e esse número praticamente dobra a cada 3 anos, desde 1980. Se analisar dados já é assustador para algumas pessoas, imagine só essa quantidade de informações?

Com isso, o analytics está cada vez mais presente no dia a dia de diversos segmentos e um dos principais motivos para isso é o crescimento constante do Big Data. Se conhecer o seu cliente é o segredo de uma boa estratégia de marketing, quem sabe usar o Big Data a seu favor já sai na frente.

3- Experiência do Usuário

Estamos vivendo a era da experiência. Queremos atendimento rápido, eficiente e personalizado. Com tantas opções de produtos semelhantes, o que se destaca é aquele que oferece uma experiência de compra agradável.

O consumidor quer se sentir especial, único e ter seu desejo resolvido rapidamente, seja por meio de redes sociais, e-mails, chats, etc. O que vale é garantir que ele seja bem atendido em diversos canais de comunicação.

Cada vez mais optamos por aquele que nos oferece ou promete a melhor experiência. O CMO precisa estar preparado para oferecer uma boa experiência para o seu consumidor em qualquer um dos diferentes pontos de contato com a marca.

Por isso, é muito importante levar em consideração o aspecto comportamental ao desenvolver estratégias de marketing. Alguns fatores importantes são personalização, segmentação da audiência, monitoramento nas redes sociais, SAC 2.0, remarketing, customer success, entre outros.

Mas como isso pode ser feito? Com o acesso à internet, o consumidor fornece informações sobre ele mesmo a todo momento. O mapeamento da Jornada do Consumidor é um importante aliado, permitindo compreender como o consumidor se relaciona com sua empresa, os pontos de contato existentes nessa relação e as oportunidades de melhorar a experiência a partir desse mapeamento.

Da mesma forma, o Design Thinking segue a estrutura de inovação baseada em pessoas. Voltado à observação e pesquisa, a estratégia é focada nos negócios e processos que podem melhorar a comunicação entre as pessoas, gerando soluções inovadoras para os problemas e criando valor para o negócio.

4- Investimento em Tecnologia

Empresas inteligentes estão usando bots como assistentes virtuais em chats, em uma interação assustadoramente próxima a de um ser humano. O sistema aprende a partir da interação com o usuário e se adapta a ele, permitindo um atendimento personalizado (uma das maiores exigências do consumidor atual). Nesse momento, a Internet Of Things (IoT) é a maior aliada na coleta dos tão valiosos dados.

Já temos alguns indícios de que a inteligência artificial deixou de ser um futurismo, algo distante e até inalcançável; hoje podemos encontrá-la na geolocalização, real-time bidding (compra de mídia por lances em tempo real) entre outros.

A computação cognitiva ou IA permite aos CMOs a criação de projetos de marketing de alta performance, como o aumento da eficácia em mídia programática, SEO, target advertising, insights.

Com essas tendências, percebe-se que o CMO, além de tomar essas corajosas atitudes, deve adequar-se rapidamente à nova realidade da transformação digital.

Sem desespero, nem todos os formatos foram explorados. Cabe ao bom empreendedor descobrir quais são as brechas existentes para encontrar um lugar ao sol. Para sobreviver, sua empresa precisa descobrir a melhor abordagem a ser aplicada e inovar sempre.

Quer se aprofundar no assunto? A Algar Tech preparou para você um ebook com os fundamentos para melhorar a experiência do consumidor. Baixe aqui e deixe um comentário com a sua opinião sobre como os CMOs devem se adaptar à transformação digital.

Ebook Algar Tech

Nós ligamos pra você

Consultor especializado

mais perto da sua empresa.

PRONTO!

Em breve entraremos em contato com você.